THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Feng Shui e o AMOR



O Feng Shui é um termo de origem chinesa, cujo nome literal é “vento e água”. Sua pronúncia correta em mandarim é “fon xuei”. Mas significa muito mais que isso. Os chineses dizem que essa arte é como o vento que não se pode entender, e como a água, que não se pode agarrar. E também é o vento que traz a água das chuvas para nutrir tudo o que está embaixo. Esta antiga arte tem sido praticada e refinada pelos chineses há mais de 5000 anos. O Feng Shui é a antiga arte chinesa de criar e harmonizar ambientes em que as pessoas vivem e trabalham, viver em harmonia com a terra e com a natureza. Quando vivemos em harmonia com todas as criaturas vivas, nossa vida transcorre com mais leveza e achamos mais fácil realizar nossos objetivos, levando uma vida mais feliz e cheia de Bênçãos Cósmica.
O Feng Shui permaneceu como uma filosofia que pode ser usada em qualquer cultura, juntamente com qualquer crença.


Aplique nas divisões da sua casa

Independentemente da divisão em que se encontram, todas as linhas rectas e esquinas pontiagudas são consideradas geradoras de energia negativas. Portanto, sempre que possível, rectas e esquinas devem ser evitadas (utilizando mobiliário de cantos arredondados, portas em arco, etc. Se isso não for possível, o efeito das esquinas deve ser anulado colocando-se, por exemplo, plantas ou outros objectos decorativos à sua frente.
Outro aspecto importante são as vigas. Se houver vigas expostas em alguma divisão, deve evitar-se que cadeiras, camas, sofás ou mesas fiquem directamente debaixo destas. As vigas expostas prejudicam as pessoas que se acomodem debaixo delas. Uma das soluções mais utilizadas são os tectos falsos, que uniformizam o tecto de uma divisão, dissimulando a viga.

A luminosidade harmoniosa, os espaços amplos e decorados de forma equilibrada e a utilização de espelhos para dar a ilusão de um espaço maior são também regras que se aplicam a qualquer divisão.
No entanto, e como não podia deixar de ser, oferecemos-lhe alguns conselhos para melhorar cada uma das divisões da sua casa.

A porta da frente
A porta da frente de sua casa deve dar directamente para um sala grande ou um hall amplo. Deve revelar – e não ocultar – o interior da casa. A entrada deve ser acolhedora: as luzes brilhantes, cores claras e espelhos contribuem para este efeito.

Sala de estar
Este dependência deve ser ampla, confortável e acolhedora. É aqui que se reúnem os membros da família e se recebem os convidados. As salas de forma quadrada ou oblonga são as mais indicadas. Devem ter janelas que permitam a entrada da luz do sol, mas sem que nenhuma esteja directamente em frente da porta da sala. Devem evitar-se os móveis e ornamentos em excesso. O mobiliário deve estar em harmonia com o tamanho e a forma da sala É o sítio ideal para revelar a personalidade dos habitantes da casa, e como tal é ali que devem estar expostas fotografias, livros, discos e outros objectos que revelem o gosto e o interesse dos habitantes da casa. A cadeira onde se senta o “chefe” da família deve estar voltada para a entrada da sala.

Escadas
Escadas em espiral – especialmente se forem no meio da casa -, escadas com degraus separados ou escadas mal iluminadas provocam um mau fluxo de energia Chi. Deve também evitar que as escadas estejam directamente voltadas para a porta da frente da casa. As escadas devem desenvolver-se de forma curva e suave, em vez de fazerem uma linha recta

Casas de banho
De acordo com o Feng Shui, os sanitários devem estar o mais dissimulados possível. A casa de banho nunca deve estar voltada para a porta da frente, para salas de estar, salas de jantar ou escritórios. As portas das casas de banho devem manter-se fechadas e as tampas dos sanitários sempre baixadas. A decoração deve ser simples, de cores claras e harmoniosas, e o espaço deve estar sempre escrupulosamente limpo.

Cozinhas
Muitos consultores de Feng Shui consideram a cozinha a parte mais importante da casa, pois simboliza a riqueza da família. A cozinha deve estar o mais próxima possível da sala de jantar, não só pela comodidade mas também porque beneficia o ambiente familiar. Uma vez que é lá que são preparados os alimentos, a cozinha deve ser bem iluminada e arejada para proporcionar a boa circulação de energia. Janelas abertas, luz e cor são aspectos que resultam num fluxo positivo de Chi.
O fogão é o objecto mais importante dentro da cozinha. Deve estar colocado de modo que a pessoa que cozinha não fique com as costas voltadas para a porta. O chão da cozinha deverá estar ao mesmo nível que o da sala de jantar.

Salas de jantar
A sala de jantar não deve estar demasiado perto da porta da frente da casa, ou se estiver, a porta deve permanecer oculta para quem se encontra na sala de jantar. Devem ser salas espaçosas e de preferência com uma mesa redonda (não quadrada ou oval). Devem evitar-se mesas de metal e/ou vidro. Um espelho grande, colocado de modo a que possa reflectir a comida posta na mesa proporciona Chi positivo e cria sentimentos de riqueza e abundância. É também o local ideal para pendurar na parede quadros cujo tema sejam os alimentos.

Quartos
Na maioria das casas, os quartos encontram-se dispostos em linha ao longo de um corredor. Uma vez que o corredor é uma linha recta, isto provoca Chi negativo. Prefira sempre casas em que os quartos não estão em linha recta, cujas portas dêem para um hall e não para um corredor. Dentro do quarto, a posição da cama é o aspecto mais importante. Esta deve estar posicionada de forma a que a pessoa, deitada, possa ver de imediato quem entrar no quarto. O ideal é que a cama esteja na diagonal com a porta, ou seja, com a cabeceira encostada à parede em frente da porta, no canto oposto. Deve evitar-se que os pés da cama estejam directamente voltados para o porta (esta é conhecida como a “posição da morte”). Deve também evitar-se que a cama esteja por baixo de uma viga exposta. O quarto deve ter espelhos, desde que estes não se encontrem directamente voltados para a cama.

0 comentários:

Feng Shui e o AMOR



O Feng Shui é um termo de origem chinesa, cujo nome literal é “vento e água”. Sua pronúncia correta em mandarim é “fon xuei”. Mas significa muito mais que isso. Os chineses dizem que essa arte é como o vento que não se pode entender, e como a água, que não se pode agarrar. E também é o vento que traz a água das chuvas para nutrir tudo o que está embaixo. Esta antiga arte tem sido praticada e refinada pelos chineses há mais de 5000 anos. O Feng Shui é a antiga arte chinesa de criar e harmonizar ambientes em que as pessoas vivem e trabalham, viver em harmonia com a terra e com a natureza. Quando vivemos em harmonia com todas as criaturas vivas, nossa vida transcorre com mais leveza e achamos mais fácil realizar nossos objetivos, levando uma vida mais feliz e cheia de Bênçãos Cósmica.
O Feng Shui permaneceu como uma filosofia que pode ser usada em qualquer cultura, juntamente com qualquer crença.


Aplique nas divisões da sua casa

Independentemente da divisão em que se encontram, todas as linhas rectas e esquinas pontiagudas são consideradas geradoras de energia negativas. Portanto, sempre que possível, rectas e esquinas devem ser evitadas (utilizando mobiliário de cantos arredondados, portas em arco, etc. Se isso não for possível, o efeito das esquinas deve ser anulado colocando-se, por exemplo, plantas ou outros objectos decorativos à sua frente.
Outro aspecto importante são as vigas. Se houver vigas expostas em alguma divisão, deve evitar-se que cadeiras, camas, sofás ou mesas fiquem directamente debaixo destas. As vigas expostas prejudicam as pessoas que se acomodem debaixo delas. Uma das soluções mais utilizadas são os tectos falsos, que uniformizam o tecto de uma divisão, dissimulando a viga.

A luminosidade harmoniosa, os espaços amplos e decorados de forma equilibrada e a utilização de espelhos para dar a ilusão de um espaço maior são também regras que se aplicam a qualquer divisão.
No entanto, e como não podia deixar de ser, oferecemos-lhe alguns conselhos para melhorar cada uma das divisões da sua casa.

A porta da frente
A porta da frente de sua casa deve dar directamente para um sala grande ou um hall amplo. Deve revelar – e não ocultar – o interior da casa. A entrada deve ser acolhedora: as luzes brilhantes, cores claras e espelhos contribuem para este efeito.

Sala de estar
Este dependência deve ser ampla, confortável e acolhedora. É aqui que se reúnem os membros da família e se recebem os convidados. As salas de forma quadrada ou oblonga são as mais indicadas. Devem ter janelas que permitam a entrada da luz do sol, mas sem que nenhuma esteja directamente em frente da porta da sala. Devem evitar-se os móveis e ornamentos em excesso. O mobiliário deve estar em harmonia com o tamanho e a forma da sala É o sítio ideal para revelar a personalidade dos habitantes da casa, e como tal é ali que devem estar expostas fotografias, livros, discos e outros objectos que revelem o gosto e o interesse dos habitantes da casa. A cadeira onde se senta o “chefe” da família deve estar voltada para a entrada da sala.

Escadas
Escadas em espiral – especialmente se forem no meio da casa -, escadas com degraus separados ou escadas mal iluminadas provocam um mau fluxo de energia Chi. Deve também evitar que as escadas estejam directamente voltadas para a porta da frente da casa. As escadas devem desenvolver-se de forma curva e suave, em vez de fazerem uma linha recta

Casas de banho
De acordo com o Feng Shui, os sanitários devem estar o mais dissimulados possível. A casa de banho nunca deve estar voltada para a porta da frente, para salas de estar, salas de jantar ou escritórios. As portas das casas de banho devem manter-se fechadas e as tampas dos sanitários sempre baixadas. A decoração deve ser simples, de cores claras e harmoniosas, e o espaço deve estar sempre escrupulosamente limpo.

Cozinhas
Muitos consultores de Feng Shui consideram a cozinha a parte mais importante da casa, pois simboliza a riqueza da família. A cozinha deve estar o mais próxima possível da sala de jantar, não só pela comodidade mas também porque beneficia o ambiente familiar. Uma vez que é lá que são preparados os alimentos, a cozinha deve ser bem iluminada e arejada para proporcionar a boa circulação de energia. Janelas abertas, luz e cor são aspectos que resultam num fluxo positivo de Chi.
O fogão é o objecto mais importante dentro da cozinha. Deve estar colocado de modo que a pessoa que cozinha não fique com as costas voltadas para a porta. O chão da cozinha deverá estar ao mesmo nível que o da sala de jantar.

Salas de jantar
A sala de jantar não deve estar demasiado perto da porta da frente da casa, ou se estiver, a porta deve permanecer oculta para quem se encontra na sala de jantar. Devem ser salas espaçosas e de preferência com uma mesa redonda (não quadrada ou oval). Devem evitar-se mesas de metal e/ou vidro. Um espelho grande, colocado de modo a que possa reflectir a comida posta na mesa proporciona Chi positivo e cria sentimentos de riqueza e abundância. É também o local ideal para pendurar na parede quadros cujo tema sejam os alimentos.

Quartos
Na maioria das casas, os quartos encontram-se dispostos em linha ao longo de um corredor. Uma vez que o corredor é uma linha recta, isto provoca Chi negativo. Prefira sempre casas em que os quartos não estão em linha recta, cujas portas dêem para um hall e não para um corredor. Dentro do quarto, a posição da cama é o aspecto mais importante. Esta deve estar posicionada de forma a que a pessoa, deitada, possa ver de imediato quem entrar no quarto. O ideal é que a cama esteja na diagonal com a porta, ou seja, com a cabeceira encostada à parede em frente da porta, no canto oposto. Deve evitar-se que os pés da cama estejam directamente voltados para o porta (esta é conhecida como a “posição da morte”). Deve também evitar-se que a cama esteja por baixo de uma viga exposta. O quarto deve ter espelhos, desde que estes não se encontrem directamente voltados para a cama.

Bookmark and Share

0 comentários:

Enviar um comentário